desafio 10×10 – look 1: skinny preta + camisa listrada

simpleness-outubro-1 simpleness-outubro-1-b

Vi em alguns blogs esse desafio super legal e resolvi fazer também, porque se elas conseguem, eu também, né?

Funciona assim: tenho que escolher 10 peças do meu guarda-roupa e montar 10 looks diferentes com elas! Achei esse desafio muito bacana porque com ele acho que vou descobrir como meu guarda-roupa é mais versátil do que imagino.

Se vou gostar de todos os looks que montar? Não sei. Vou descobrir no final e contar pra vocês! Não sei se vou ter como postar todos os dias, mas vou tentar mais de um post por semana, tá?

A primeira vista pode parecer fácil, mas estou um pouco ansiosa pra ver no que isso vai dar. E se nem todos os looks ficarem 100% meu estilo, mesmo assim vou compartilhar aqui com vocês. Também vou aproveitar e dar notas de 1 a 10 para cada look.

Essas são minhas 10 peças (4 partes de cima, 2 partes de baixo, 1 vestido, 1 sobreposição/casaco e 2 pares de sapato):

1) Calça jeans skinny preta
2) Calça Flare
3) Camisa branca
4) Camisa listrada
5) Blusa alcinha preta
6) Camiseta cinza
7) Camisa jeans
8) Vestido camiseta azul marinho
9) Sapatilha
10) Botinha cinza

Bom, meu primeiro look é esse: skinny preta com barra dobrada, camisa listrada e botinha.

Se tem uma peça que tenho usado muito e que foi uma das minhas melhores compras foi esse jeans skinny preto. Acho que vocês já estão cansadas de saber disso haha Mas ainda estou apaixonada por essa calça!
Apesar de peças escuras serem mais usadas no inverno, eu tenho a impressão que vou usar muito essa calça ainda no verão 🙂

Nesse look coloquei a parte da frente da camisa pra dentro da calça, que acho um truquinho ótimo e faz diferença no resultado final.
A botinha de cano curto com salto grosso e confortável fechou o look – só pra variar! Também fiz uma dobra na barra da calça – geralmente faço duas – e achei que ficou o resultado ficou bem interessante, deu pra variar até na dobra da calça, viram? 🙂

Não é um look verão mesmo, porque usaria pra uma saidinha numa noite mais fresca… Como é só a camisa, não esquenta demais, bem usável nessas noites não tão calorentas de primavera, que às vezes bate um ventinho gelado. Fora que amo a camisa listrada clarinha combinada com o jeans preto.

Pra esse look minha nota é 10, porque é super meu estilo, confortável, prático e me sinto muito bem com ele!

Façam esse desafio na casa de vocês também e me contem como está sendo a experiência, eu adoraria saber!

Beijo!

2 looks com slip on

Vocês sabem que sempre fui louca por sapatilhas, né? Mas, ultimamente esse tal do slip on tem me conquistado. Talvez por não ser tão delicado como a sapatilha, mas ter o mesmo conforto (só não é mais confortável que um tênis, que também estou usando muito #têniséamor)

Escolhi dois looks bem diferentes pra mostrar pra vocês o quanto esse sapatinho pode ser versátil:
simpleness-shortsblusinha-1

simpleness-vestidoeblusa-1

simpleness-vestidoeblusa-2

Primeiro look: o short azul marinho que escolhi não é tão casual quanto o short jeans. Eu usava muito shortinho jeans, de dia, de noite, mas olhando agora as fotos de antes, vejo que às vezes ficava casual demais, principalmente à noite. Outra coisa, a maioria dos shortinhos jeans meus tem um rasgadinho, uma barra desfiada, são mais claros, então, fica mais despojado mesmo, normal. Esse look também é PER-FEI-TO para o calorão daqui de Bauru/SP. Eu tenho certeza que não vou querer vestir outra coisa que não seja um shortinho e uma camiseta leve quando o verão chegar pra valer.

Segundo look: lembram que eu tinha comentado que tinha deixado um pouco as estampas florais de lado? Acho que usar essa estampa com sapatilhas deixava meus looks muito românticos e eu queria fugir um pouco disso. Combinar o vestido azul e branco floral com uma peça neutra, que é o cardigan cinza e o slip on preto, que tem um estilo mais masculino, deixou o look menos menininha, não acham?

Eu estou amando esse slip on, e vocês curtem esse tipo de sapato? Me contem nos comentários!

Beijos!

descobrindo seu estilo em 7 passos

stocksnap_simpleness

Preparei esse post com base em algumas leituras que fiz nos blogs Into-mind, Style Bee e Un-fancy. Tenho que confessar que ainda não coloquei todos esses passos em prática, mas estou chegando lá (risos). Acho que seguindo essas dicas dá pra ter uma ideia de onde pretendemos chegar em questão de estilo e também como conseguir isso sem ficarmos falidas haha

Então, vamos começar?

Passo 1. Inspiração
Essa dica eu já dei aqui: monte quadros no Pinterest, ou uma pastinha no seu computador com looks que você gosta. Se você curte uma peça mas não sabe como usar, faça uma busca do item na internet e salve os que você mais gostar como inspiração. Analise o que essas inspirações tem em comum: cores, tecidos, alguma peça específica? Pra não se perder, selecione cerca de uns 20 looks. Atualização: tente escolher de 3 a 5 palavras que definam os looks. Algumas sugestões: simples, confortável, sexy, romântico, clássico, boho, moderno, despojado, delicado, elegante, criativo…

Passo 2. Experimentação
Pegue um dia para experimentar tudo o que você tem no guarda-roupa e ver se tem alguma peça que não faz mais seu estilo ou não dá certo pro seu dia-a-dia. Veja se tudo está servindo e se pergunte: quando usei isso pela última vez? Ainda serve? Vou querer usar “um dia” ou vou preferir outra coisa do meu armário?

Passo 3. Defina seus itens essenciais
Depois de experimentar, é hora de se perguntar quais os itens você quer manter e os seus básicos pro seu estilo de vida. Se pergunte: por que gosto desse item? O que gosto nele – a modelagem, a cor, o tecido? Condiz com o estilo que quero adotar?

Passo 4. Doar, consertar ou vender
Se não for usar e estiver em bom estado, você pode vender ou doar. Mas se estiver com algum defeitinho, lembre de consertar antes! Vale para os itens que você quer manter – arrume o que precisa antes de guardar novamente.

Passo 5. Registre looks para seu estilo de vida
Monte looks e tire fotos dos que mais gosta para lembrar depois. Crie combos práticos para as atividades do seu dia-a-dia (trabalho, escola, faculdade, academia e até ficar em casa). Mas lembre sempre de pensar na sua realidade antes de começar: se você não usa salto, não adianta só montar looks com salto. Se na sua cidade faz calor, a mesma coisa: faça produções com peças e tecidos leves e que não esquentam etc.

Passo 6. Faça listas
Faça listas das suas peças favoritas e das menos favoritas. Faça listas do que você precisa incluir no seu guarda-roupa – isso ajudará você a se orientar na hora de comprar e evitar que você compre por impulso algo de que não precisa. Essa dica é preciosa, pois ajuda muito a gente a se manter na linha na hora das compras.

Passo 7. Estabelecer prioridades
As listas te ajudarão nisso: compre primeiro o que você mais precisa e depois vá agregando os itens não tão necessários.

Pronto! Acho que seguindo esses passos dá pra gente organizar melhor o que precisamos e o que fazer pra alcançar o estilo que desejamos.

Espero que tenham gostado!

Beijos

mudança de estilo + look minimalista

Read this post in English

simpleness-outubro-2simpleness-outubro-2-bEsse é um dos looks que mais tenho buscado por motivos de: conforto. Além disso, acho linda a combinação de jeans com tênis <3

Vocês sabem que eu não sou a pessoa que mais usa acessórios nesse mundo – aliás, é raro eu usar alguma coisa diferente ou chamativa demais – mas, se fosse pra escolher algum acessório pra complementar esse look, acho que iria bem um colar mais longo, daqueles minimalistas, sabem? Talvez tenha faltado apenas isso pra deixar o look um pouco mais feminino.

Mas, no geral, esse é o tipo de roupa que escolho para uma saída a noite com o marido, se for um lugar mais tranquilo, como uma hamburgueria, ou um café – que são alguns dos nossos programas favoritos.

Eu realmente estou numa fase bem conforto e acho que dá pra perceber isso nos meus looks, pois tenho usado pouco salto alto (com exceção das botinhas de cano curto que são meus saltos mais confortáveis).

Estou usando mais cores neutras, como vocês certamente já notaram, e dei uma parada com as estampas florais – não que eu não goste mais, mas acho que usei tanto que cansei um pouco dessa imagem “menininha” que essas roupas trazem. Acho que fui do 8 ao 80 né? De menininha delicada para minimalista até meio boyish, com muita camiseta e tênis hahah

Eu ainda tenho várias peças dessa fase (vestidos, saias) mas estou procurando um jeito de trazê-las pra meu momento atual, que é um pouco mais clean. Talvez trabalhando com algumas sobreposições, com outros sapatos que não sejam sapatilhas, que são muito românticas, eu consiga reaproveitar essas peças e dar um novo ar pra elas, o que vocês acham?

Alguma ideia? Postem suas sugestões pra mim 🙂

Beijos!

uniforme – parte 4

Read this post in English

simpleness-jeans-preto-zebrinha simpleness-jeans-preto-zebrinha-2

Esse é o meu último post da sequência que chamei de “uniformes”. Acho que consegui resumir bem o que eu quero para o meu guarda-roupa daqui pra frente nesses 4 combos que montei e vou explicar o motivo de ter escolhido esse look para o último.

1º) A calça skinny preta era uma das peças chave que estavam faltando no meu guarda-roupa, e depois que comprei, não tiro mais do corpo. Eu adoro como posso ir de um local para outro com ela e ainda assim, estar adequada, tanto à noite como de dia. Estou, oficialmente, apaixonada por ela!

2º) Amo como a modelagem skinny favorece o uso de vários sapatos diferentes: tênis, botinhas de cano curto, sapatilhas, slip ons… Eu não gosto de usar tênis com outra calça que não seja skinny, já tentei com calças mais retas, mas acho que fica estranho, com tecido acumulado na barra ou com uma proporção que não curto, meio larga demais. Gosto da skinny porque modela um pouco mais o corpo, então fica mais feminino, e o tênis dá um contraponto bacana com a pegada esportiva. Mas pra esse look escolhi a botinha de novo, pra mostrar que mesmo quando está mais friozinho é possível usar a calça sem a barra dobrada e por dentro da bota.

3º) Acho interessante o jogo de largo e justo que dá pra fazer com a skinny, pois na parte de cima posso escolher um top mais soltinho – que é um dos que mais gosto, estou aposentando partes de cima justas demais – e sobrepor com alguma peça, como a camisa jeans ou um suéter mais largo que dê volume. Não curto muito o efeito largo + largo ou justo + justo, então acho que o todo fica equilibrado. Ao mesmo tempo, posso tirar a terceira peça, e o look já fica mais fresquinho, porque aqui em Bauru o dia começa frio, fica quente, depois chove e esfria de novo… enfim, tempos modernos haha

Repararam também que o punho da minha camisa tá dobrado? É um dos truques que adoro e faço sempre! Se uso sem dobrar, ela parece que fica meio desajeitada haha

Então, resumindo o que tem no meu guarda-roupa, que ultimamente tenho usado muito:

1) Jeans skinny preto ou jeans flare
2) Camisas larguinhas neutras
3) Camisetas e blusinhas neutras (cinzas, listradas, brancas, pretas)
4) Cardigans neutros e suéteres
5) Tênis e slip on
6) Botinha de cano curto: é um dos saltos mais confortáveis que tenho e vou variando com o tênis nos dias frios, dependendo da ocasião.
7) Vestidos curtos retos

Com isso, acho que consegui definir meu estilo atualmente: simples, confortável, e principalmente prático pro meu dia-a-dia. Adoro essas fórmulas que funcionam com a mesma “base” e permitem trocar uma peça por outra, mudar o sapato, adicionar uma terceira peça, como por exemplo: trocar a skinny pela flare, a camisa pela camiseta, o tênis pela sapatilha, a camisa jeans pelo cardigan…

Quero saber agora de vocês, quais as peças que mais usam no seu guarda-roupa e por quê, me contem!

Beijos!

o que aprendi sobre meu estilo

Read this post in English

simpleness-hat1

Meu estilo já foi muito influenciado pelas revistas e até blogs que lia antigamente. Eu achava que ter alguma peça que estava em alta ia me fazer ficar bonita ou mais “na moda”. Eu tenho um vestido preto que nunca usei porque todo mundo falava que eu tinha que ter um vestido preto.

Primeiro, ter o que todo mundo tem vai fazer eu ficar igual a todo mundo, e isso é o que eu menos quero. Na época da faculdade eu adorava usar aquelas saias de hippie, brincão e blusinha básica de alcinha porque aquilo me fazia sentir que eu era diferente, sabem?

Lembram daquelas calças listradas de preto e branco? Todo mundo tinha uma, e eu quase comprei hahaha Ainda bem que não, porque eu ia ter me arrependido horrores! Mesma coisa com as saias midi ou essas pantacourts: eu não caio mais nessa. Não é minha praia, não uso, não me sinto bonita com elas, por que eu iria comprar?

Outra coisa que me deixava chateada e até culpada era olhar pras minhas roupas e às vezes não me enxergar mais nelas. Vide as saias hippies de antigamente. Elas enchiam meu guarda-roupa antes e agora não quero nem ver mais na minha frente haha Eu pensava: poxa, mas eu usava tanto, e agora vou doar? Que desperdício! Mas não vale a pena se sentir culpada por isso. A gente evolui, nosso estilo evolui junto e nossas necessidades também. Hoje, não usaria uma saia daquelas no meu dia-a-dia: trabalho num escritório, preciso usar roupas mais formais, agora não dá mais, e nem quero mais!

E tudo bem errar também. Quem nunca comprou uma coisa errada, ou um sapato que machuca, né? Pra gente entender nosso estilo, o que funciona ou não, leva tempo e prática. E alguns erros também.

A gente não tem que se obrigar a usar coisas que estão na moda só porque são tendência. Temos que usar o que nos faz bem, concordam?

Beijos!

Imagem: Unsplash

vestido cinza + cardigan

Read this post in English

simpleness-vestido-blusa

simpleness-vestido-blusa-2Faz uns tempos que falei que queria fazer um look com vestido e tênis pra vocês aqui, mas nunca consegui. Eu sempre preferi sapatilhas tanto para looks de passeio como para os de trabalho, por achar que tênis seria casual demais, mas, ultimamente, tenho usado muito esse slip on preto (pode considerar como um tênis, né? haha) no dia-a-dia. Nesse look eu acabei optando pelo slip on ao invés da sapatilha ou de uma botinha – sabe como é, eu e os saltos não nos damos muito bem haha E também, apesar dos saltos que uso serem mais grossos e confortáveis, ainda assim não são perfeitos para usar num dia longo de atividades.

Não sei se vocês sabem, mas eu gosto de ter sempre alguma opção fácil, criar composições ou combos práticos que sirvam para várias ocasiões caso eu não saiba o que vestir, e esse vestido é uma das peças coringa do meu armário para esses momentos.

Por exemplo, eu uso esse vestido muitas vezes sozinho, com uma camisa jeans, ou com um cardigan, como na foto. Posso usar com uma rasteira, ou se estiver mais fresquinho, com uma botinha. É o mesmo vestido, mas mudando alguns detalhes o look fica totalmente diferente.
Esse vestido é uma das peças no meu armário que mais uso por poder combinar com várias outras coisas.

Gostam? Também tem alguma peça assim no seu armário?
Beijo!

look inspirado: Caroline do Un-fancy

Read this post in English

simpleness-jeans-camisanave-1 simpleness-jeans-camisanave-2

Esse look foi completamente inspirado em uma das minhas blogueiras favoritas, a Caroline do Un-fancy. Vocês já conhecem o blog dela? Eu amo o estilo dela, ela arrasa em todos os looks, e faz uma produção básica ter todo um charme sempre com algum toque, ou um colete, um colar, algum acessório… E o look em que me inspirei foi esse: camisa de manga curta por dentro da calça, jeans flare e um salto bem confortável.

Eu tenho usado muita calça skinny ultimamente, mas também usei a flare no look, que fazia tempo que não usava (mas adoro!), só que a camisa é de manga longa e não curta, como a dela.

A camisa listrada definitivamente é uma das coisas que mais gostei no look dela, e a minha tem essas listras que são mais fininhas.

Acho que é super válido a gente aproveitar essas inspirações para tentar por em uso o que a gente já tem, mesmo que não seja igualzinho a ideia original. Até estimula a nossa criatividade, né?

E vocês, tem alguma blogueira, atriz ou musa inspiradora? Me contem, quero saber!

Espero que tenham gostado 🙂

Beijos!

sobre usar minhas roupas favoritas

Read this post in English

simpleness

Vocês já se pegaram pensando: “eu gosto tanto dessa roupa, mas vou deixar pra usar em uma ocasião especial”? Eu já, várias vezes, e sinceramente, não sei qual ocasião é essa que tanto espero hahah

Eu compro uma peça que amo, e de repente ela está lá no guarda-roupa, até de etiqueta ainda, porque ainda não usei. Que bobagem, né? Fico pensando que a peça vai estragar, que eu não comprei ela pra usar no trabalho ou no dia-a-dia, que vou usar ela pra sair de fim de semana… Tem vezes que até uso, mas vale a pena? Ficar guardando, até um dia que ela não caiba mais? Já aconteceu comigo!

Meu marido me deu um tênis lindo, cinza (neutro <3), muito confortável, pra usar no dia-a-dia e até um mês atrás quase não usava por medo de estragar, ou sujar. Até que pensei: se eu não usar agora, vou usar quando? Se sujar, lava, se estragar de tanto usar, ótimo! É uma delícia aquela sensação de que uma peça se pagou de tanto que eu usei!

Outra coisa que acontece comigo é que às vezes uso tanto uma peça que chega uma hora que parece que ela se esgotou, sabem? Olho pra ela e não tenho mais vontade de usar… Algumas vezes, essas peças acabam indo pra doação, mas vocês já pensaram em guardá-las escondidinhas e depois de um tempo pegar de novo pra usar? Talvez isso faça a gente esquecer um pouco delas e dê a sensação de que são uma coisa nova, não sei. Já fizeram isso alguma vez?

Bom, só sei que daqui pra frente posso até guardar uma ou outra, mas acho que vou passar a usar mais as minhas peças favoritas, porque senão, qual é a graça, não é mesmo? Quero saber se vocês também fazem isso com suas roupas ou se só eu que sou assim hahaha

Beijos!

Imagem: Stock Snap

uniforme – parte 3: camisa azul + jeans

simpleness-jeans-camisaazul-1

simpleness-jeans-camisaazul-2

Escolhi esse look para sair pra jantar uma noite dessas e resolvi reproduzir aqui para o blog porque achei que ficou muito amor <3 Depois disso, eu já usei ele mais umas duas vezes, por isso, pra mim, ele já virou mais um dos meus “uniformes”!

Engraçado como a gente tem algumas peças no guarda-roupa e nunca pensa em usar juntas… Não sei porque nunca tinha pensado em usar essa camisa com essa calça antes, e já tinha as duas peças há um tempão!

Acho que ficamos presas sempre nas mesmas combinações de roupa e acabamos criando um comodismo porque já sabemos o que combina com o que no nosso armário, aí parece que não temos roupa. Eu até já tinha usado a calça com a botinha, e a camisa azul fazia um tempão que não usava, estava lá abandonada, tadinha hahah E olha que nem é uma combinação tããão original assim, né?

Acredito que precisamos aproveitar mais as coisas que temos, e perder o medo de arriscar porque achamos que não vai dar certo – às vezes temos uma ideia fechada na nossa mente, e depois que tentamos uma coisa diferente, vemos que poderíamos ter feito aquilo antes. E se der errado, bola pra frente, troca de roupa que tá tudo certo!

Tenho tentado exercitar mais esse meu lado criativo e testar coisas diferentes, me divertir experimentando e não cair no “mais do mesmo” de todo dia, que com certeza é mais fácil. E vocês, arriscam looks diferentes dos que estão acostumadas?

Beijos!